Bem-Estar Corporativo

Como planejar uma dinâmica de grupo

26 de dez. de 2023
Última alteração 26 de dez. de 2023

Você conhece todas as aplicabilidades da dinâmica de grupo? Essa ferramenta, estudada na psicologia e utilizada na gestão de pessoas, pode ser adotada em diversas situações em sua organização. Apesar de ser aplicada com frequência em processos seletivos, também é uma estratégia que pode ajudar a identificar problemas e promover o desenvolvimento de colaboradores.

Seja qual for a situação, o uso de dinâmicas pode ser um aliado no processo de identificação das habilidades e competências das pessoas. Os resultados obtidos permitem, além de recrutar as pessoas certas, criar estratégias e ações que podem auxiliar na resolução de conflitos, melhorar a satisfação dos colaboradores e promover união das equipes. Conhecer seus principais conceitos, aplicações e um passo a passo para planejar uma dinâmica são temas que você encontra nesse artigo, com exemplos e benefícios.

Desenvolva um programa de bem-estar que aumenta a retenção de talentos.png

O que define uma dinâmica de grupo?

A dinâmica de grupo é uma ferramenta com origem na psicologia contemporânea, e ficou conhecida com Kurt Lewin. É considerada um estudo que visa identificar traços e características pessoais quando inseridas em atividades em grupos. É uma estratégia para desenvolver equipes e habilidades. As dinâmicas se classificam em dois tipos:

  • Externas: aplicadas em processos seletivos de novos talentos
  • Internas: adotadas nos processos seletivos internos ou como estratégia para entrosamento e engajamento de colaboradores na cultura da empresa.

Para que serve a dinâmica de grupo

As dinâmicas podem ser aplicadas em diversas situações. Nos processos seletivos de novos talentos ou para o público interno, para unir a equipe (por meio de atividades de team building) e em momentos de mudança de cultura organizacional. 

As dinâmicas em grupo podem ajudar a identificar as capacidades comportamentais, competências, a afinidade com a cultura organizacional e desenvolvimento de habilidades. Internamente, ajudam a capacitar lideranças, resolver dificuldades em trabalhos de equipe, reforçar conhecimentos adquiridos, identificar novos talentos, motivar, apoiar processos de mudanças organizacionais e integrar colaboradores. Confira mais detalhes sobre as habilidades que podem ser identificadas por meio das dinâmicas de grupo:

  • Capacidade de liderança: como a pessoa se porta em situações que exigem iniciativa e qual seu grau de influência sobre os demais.
  • Proatividade: como o grupo ou indivíduo reage em questões que podem ser resolvidas sem a orientação ou pedido de alguém.
  • Inteligência emocional: como o grupo e o indivíduo se portam em situações de pressão com prazos e metas a cumprir.
  • Trabalho em equipe: qual a qualidade do trabalho e como a pessoa se porta em atividades que precisam ser realizadas em grupo.
  • Resiliência: como o grupo reage em situações que apresentam problemas difíceis, obstáculos e a reação do indivíduo em grupo.
  • Pensamento crítico: avalia a capacidade de análise de fatos, comentários e situações.
  • Criatividade: habilidade para criar alternativas, soluções inovadoras, enxergar problemas de diferentes ângulos e suas soluções.
  • Ética: capacidade de adotar comportamentos que respeitam o próximo, as políticas da empresa, além de oportunidades de incentivar a harmonia no ambiente de trabalho.

Como planejar uma dinâmica de grupo

Ao decidir aplicar uma dinâmica, é preciso criar um plano com necessidades e objetivos. Confira a seguir uma sugestão de passo a passo.

  1. Identifique o público-alvo

Avalie qual o perfil profissional das pessoas que participarão da dinâmica, ajudando na escolha do método e também nas habilidades que você espera identificar. Qual é o público que você deseja avaliar? Ele pode ser composto por:

  • Gestores
  • Analistas
  • Equipe técnica
  • Equipe operacional
  • Público interno em geral.

  1. Defina o objetivo

Descreva o que você espera identificar com a dinâmica, como habilidades, competências e traços da personalidade das pessoas. Como, por exemplo, identificar pessoas com perfil de liderança, capacidade analítica, proatividade, resiliência e capacidade de trabalho em grupo. Outros objetivos a alcançar incluem:

  • desenvolver a capacitação de equipes
  • incentivar o aprendizado
  • integrar pessoas à cultura organizacional
  • resolver conflitos no trabalho
  • melhorar a comunicação e trabalho em equipe
  • estimular a criatividade e inovação
  • promover reflexão sobre a importância da diversidade, inclusão e colaboração no trabalho.

  1. Escolha o modelo da dinâmica

Você pode encontrar uma variedade de modelos de dinâmica de grupo. Existem desde opções divertidas até aquelas que exigem soluções de problemas complexos. Confira a seguir alguns modelos.

a) Dinâmica de qualidades e defeitos

Nesse modelo, é preciso entregar folha e caneta para cada participante. Em seguida, você pedirá para desenharem as mãos direita e esquerda. Depois, em cada dedo da mão direita peça que escrevam uma qualidade pessoal, e em cada dedo da mão esquerda, um defeito. O tempo para fazer tudo será de 20 minutos. No final, cada um discute o que escreveu. Como fechamento, explique como às vezes é difícil falar de si próprio, reforce que todas as pessoas possuem qualidades e defeitos e a importância em respeitar a individualidade e priorizar as qualidades.

b) Dinâmica da ilha deserta

Essa dinâmica visa avaliar como está a qualidade de integração entre colaboradores. Ao simular que estão em uma ilha deserta, deverão escolher com quais colegas desejariam vivenciar essa situação. Será preciso papel, caneta, lápis e as pessoas devem responder o questionário abaixo de forma anônima. 

  • Se estivesse perdido numa ilha, quem do grupo gostaria que estivesse com você?
  • Em um evento ou uma festa que precisasse organizar, qual de seus colegas gostaria que lhe ajudasse?
  • Se pudesse levar 3 acompanhantes em um cruzeiro, quais colegas você gostaria de levar?

Avaliar as respostas será útil para identificar o nível de integração da equipe e que estratégias podem ser adotadas pela área de gestão de pessoas e pelas lideranças para resolver conflitos e promover união das equipes.

c) Dinâmica do desafio

Nesse modelo, o objetivo é identificar a capacidade de ação em situações sob pressão. Utilize uma caixa fechada, coloque uma música, vire-se de costas e peça para passarem a caixa entre si. Quando a música parar, quem está com a caixa deverá abri-la, mas antes, comece a pressionar com perguntas, como:

  • Se a caixa tiver uma mensagem de eliminação do processo, você irá abrir?
  • Se você precisar escolher alguém para ser desclassificado, você abriria?

A intenção é avaliar como a pessoa reage, se corre riscos ou passa o problema adiante. Assim, é possível identificar reações em situações desafiadoras e como as pessoas agem para resolvê-las.

d) Dinâmica online

Atualmente, com o trabalho remoto, dinâmicas virtuais se tornaram comuns. Nesse modelo, é possível propor a realização de tarefas em grupo, como debater um caso de sucesso, simular um cliente com problema, ver que soluções podem ser aplicadas ou simular uma apresentação de resultados ao grupo.

Por exemplo, existem aplicativos de reunião virtual que permitem criar grupos de trabalho. Esse é um bom método para comparar o desempenho dos grupos ao ter muitas pessoas na mesma reunião. Um exemplo aplicado, seria: cada um se apresentar, compartilhar sobre si, seus passatempos e em como poderia ajudar as pessoas fora e dentro da organização.

Esse tipo de dinâmica busca gerar empatia, aproximar as pessoas e promover o respeito entre si, uma estratégia para casos de desunião entre equipes.

  1. Identifique os recursos necessários

Ao escolher o modelo da dinâmica, defina os materiais, recursos necessários, data, local e duração de todo o processo. Dessa forma, será possível alinhar com as pessoas o tempo necessário para dedicação e planejamento de sua rotina de compromissos no dia marcado.

Quais os benefícios da dinâmica de grupo

Ao adotar o uso de dinâmicas de grupo em sua organização, você pode:

  • criar um ambiente favorável ao crescimento de todos
  • aumentar o nível de satisfação no trabalho
  • favorecer a produtividade
  • descobrir novas habilidades entre os colaboradores, como criatividade, inovação, colaboração
  • promover o bem-estar no trabalho
  • conduzir processos seletivos mais assertivos.

Crie dinâmicas de grupo com atividades de bem-estar

Além de criar dinâmicas de grupo no ambiente de trabalho, oferecer aos colaboradores opções de atividades físicas que possam ser feitas em grupo é outra forma de promover a integração das equipes. 77% dos profissionais de hoje já utilizam os benefícios de bem-estar oferecidos pelas empresas, então promover o encontro e a troca entre os colaboradores durante os momentos de bem-estar pode ser mais fácil do que você imagina.

O Gympass é a maior plataforma de bem-estar corporativo do mundo, com soluções de bem-estar completas onde quer que sua força de trabalho esteja. Converse com um de nossos especialistas em bem-estar e confira como podemos ajudar sua empresa com dinâmicas em grupo e muito mais.

Fale com um especialista em bem-estar_BR2.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.