Bem-Estar Corporativo

Como criar o job description ideal e atrair talentos para a empresa

24 de nov. de 2023
Última alteração 24 de nov. de 2023

A rotina de trabalho no departamento de RH costuma incluir uma série de atividades diferentes, cada uma com seus objetivos específicos. Uma dessas tarefas é planejar e executar os processos de seleção de novos talentos para se juntar à empresa, comunicando ao mercado que sua organização está contratando.

Mas para divulgar as novas oportunidades de emprego, é preciso elaborar uma descrição clara da vaga aberta. Essas informações, quando reunidas, são chamadas de "job description", e trazem detalhes importantes sobre o cargo, a empresa e que tipo de profissional é desejado para o trabalho, entre outras.

Caprichar nessa descrição da vaga ajuda a atrair as pessoas certas para o time, e evita problemas que podem ocorrer durante a escolha de novos colaboradores. Neste artigo, você conhece os detalhes que podem fazer a diferença em um job description e confere dicas práticas de como redigir esse descritivo da melhor forma possível.

Lead Magnet_PT-BR.png

O que é job description?

O termo job description (ou "descrição do trabalho", em livre tradução) é uma expressão muito utilizada no mundo corporativo para se referir à descrição de uma vaga aberta na empresa. O job description é utilizado por profissionais de RH para detalhar informações importantes de uma oportunidade de emprego aberta na sua organização. Enquanto para os candidatos, ela serve como fonte primária de informações para o que a empresa busca no profissional.

Entender o significado de job description é algo relativamente simples, e criar esse descritivo também pode ser. O job description é a principal referência sobre uma vaga de emprego, e deve conter informações completas, claras e precisas para atrair profissionais com o perfil ideal para o trabalho.

Como criar o job description ideal

Uma descrição de uma vaga de emprego é muito mais que um compilado de informações sobre o escopo do profissional ideal. Na verdade, trata-se de um documento oficial que a empresa utiliza em seu processo de recrutamento, e seu conteúdo deve ser elaborado com a devida atenção para torná-lo claro e eficiente.

Caso o job description seja muito genérico, por exemplo, pode despertar o interesse de profissionais fora do perfil que você procura. Por outro lado, apresentar restrições e condições específicas, que não são necessárias para a vaga, tende a reduzir o número de candidaturas, deixando ótimos talentos de fora do processo.

Cada empresa tem realidades próprias, que podem diferir na forma de redigir suas descrições de vagas. Mas, de forma ideal, um job description bem elaborado costuma incluir as seções e informações abaixo.

  1. Nome do cargo

Assim como um bom nome de livro ou de filme, acertar no título da vaga é fundamental para o sucesso do job description, e do processo seletivo como um todo. O nome informa, de maneira direta, que tipo de profissional vocês estão procurando, e qual é a posição aberta no organograma da empresa.

Alguns nomes de cargos são muito conhecidos no mercado de trabalho, como “gerente financeiro” ou “representante de vendas”, por exemplo. Mas, de uns anos para cá, novas funções surgiram, e talvez você precise utilizar títulos recentes como “Analista de Big Data” ou “Growth Marketer”. É importante se atualizar e conhecer essas terminologias para não errar na hora de definir o nome da vaga. Cuidado para não exagerar, distorcendo os valores empresariais ou tendo resultados muito diferentes do que você espera.

Mais uma dica: se o tipo de profissional que você procura é conhecido por diferentes nomes, tente descobrir qual é o termo mais usado no mercado. Geralmente, as pessoas que buscam se candidatar inserem esse termo em suas pesquisas, e colocá-lo no job description é uma estratégia de SEO (Search Engine Optimization) que aumenta a chance de sua vaga ser encontrada.

  1. Apresentação da empresa

O job description ideal também apresenta um breve histórico ou perfil da empresa que está contratando. Essa é a hora de encantar as pessoas e contar um pouco mais sobre missão, valores e propósitos da organização, falar sobre os seus produtos ou serviços, bem como citar alguns pontos altos da companhia, como prêmios recebidos ou indicadores de sucesso no mercado.

Muitos job descriptions também incluem detalhes da rotina de trabalho na empresa. Você pode descrever o clima organizacional e explicar por que as pessoas adoram trabalhar ali. Também vale citar os objetivos principais da empresa ou da marca para o futuro, e como a pessoa escolhida para a vaga terá um papel importante na conquista desses objetivos. Fazer isso favorece quem quer se candidatar a se imaginar nesse contexto e cria o desejo de participar dessa trajetória.

  1. Funções da vaga

Nesta seção do job description, você deve mencionar as principais tarefas da rotina de quem conquistar a posição. A ideia é ajudar as pessoas a formarem uma imagem geral de como será seu dia a dia de trabalho, e quais serão suas principais responsabilidades no cargo. 

Com isso, quem está lendo o descritivo consegue saber se tem condições de cumprir com essas funções e, principalmente, se tem vontade ou motivação em realizar a função anunciada. Assim, você evita possíveis frustrações, de ambos lados.

  1. Perfil ideal

Agora é a hora de dizer o que você realmente espera de quem irá assumir essa vaga de emprego. Descreva quais são as habilidades técnicas desejadas – conhecidas como hard skills – para o novo colaborador, e liste também as competências interpessoais – as famosas soft skills – que você gostaria de ver na pessoa ao ocupar esse cargo. Seja específico, claro, mas não exagere: idealizar demais pode resultar em um perfil inalcançável, e afastar ótimas candidaturas.

  1. Tipo de contratação, remuneração e benefícios

Aqui, você precisa deixar claro quais são as contrapartidas que a empresa oferece para quem se juntar à empresa. Primeiro, diga se você está contratando na modalidade CLT, com carteira assinada, ou no formato PJ. As pessoas precisam saber disso para considerar os prós e contras de cada modelo e alinhar suas expectativas.

Quanto ao salário, não existe consenso se é interessante citar o valor ou não. Embora exista um projeto de lei que visa obrigar as empresas a revelar essa informação, por enquanto isso depende da estratégia de contratação que você optar por utilizar. Se o valor for um diferencial positivo para a vaga, especialmente em cargos com escassez de profissionais, exibir esses números pode ajudar na atração de talentos para o processo. Caso prefira ocultar o valor nessa fase do processo, cite apenas que a remuneração é compatível com padrões de mercado (ou até mesmo acima), para não deixar uma lacuna na descrição da vaga.

Mas, independentemente de citar ou não qual é o salário, o que não pode faltar em um job description ideal são os benefícios corporativos oferecidos. Esses recursos adicionais são muito valorizados por quem busca uma vaga, já que 93% dos profissionais consideram alguns deles tão importantes quanto o próprio salário. Ou seja: essa é uma informação muito importante, e você precisa destacar esses diferenciais no job description.

Importante lembrar: não confunda os benefícios corporativos com os benefícios trabalhistas, previstos na legislação brasileira. Se você está contratando no sistema CLT, esse tipo de benefício já está embutido no contrato de trabalho, e você não precisa citá-los. Mas é importante ir além do que diz a lei e valorizar a vaga. Você pode oferecer vantagens adicionais, como planos de assistência médica, horários flexíveis de trabalho, auxílio educacional, participação nos lucros ou um bom programa de bem-estar para cuidar da saúde da sua força de trabalho.

Cada companhia estabelece quais benefícios serão oferecidos, conforme sua realidade. Se você precisar de sugestões na hora de definir os recursos que farão parte de algum job description, confira nosso guia com mais de 80 ideias de benefícios que você pode incluir em seu pacote.

  1. Informações extras

Antes de finalizar seu job description, você pode compartilhar algumas informações extras que podem ser de interesse de quem busca a vaga. Que tal detalhar as etapas do processo seletivo, por exemplo, ou mencionar que sua empresa adere a programas de diversidade e inclusão no ambiente de trabalho? Também cabe citar as formas de participação no processo seletivo, indicando os meios pelos quais as pessoas podem se candidatar e enviar seus currículos.

A importância de caprichar no job description

Elaborar um job description pode parecer algo trivial, especialmente se você já tem bastante experiência com gestão de pessoas ou já fez isso muitas vezes em sua carreira. Mas, há muitos aspectos importantes envolvidos nesse simples descritivo da vaga, e caprichar na redação desse documento pode trazer vantagens para a empresa, como:

  • Menor rotatividade de pessoas: Uma descrição de vaga assertiva e precisa aumenta as chances de você contratar pessoas com perfil alinhado ao cargo e à organização, e isso ajuda a diminuir o turnover na empresa e manter uma equipe coesa;
  • Economia no processo de recrutamento e seleção: Um job description bem feito, que atrai o público certo, pode otimizar o andamento das demais etapas do processo seletivo. Se tornado mais rápido e eficiente, pode reduzir os custos com recrutamentos intermináveis que consomem tempo e dinheiro da empresa;
  • Melhora no employer branding: uma boa redação do job description pode servir como uma ação de marketing, ao gerar uma ótima primeira impressão nas pessoas e ajudar a consolidar sua imagem como uma empresa onde as pessoas gostariam de trabalhar.

Continue a cuidar dos seus talentos após sua chegada na empresa

Um processo seletivo eficiente e assertivo começa com um bom job description. E, se tudo correr bem, ao final dessas etapas você terá encontrado a pessoa certa para se juntar ao time. Mas, trazer os melhores talentos para a equipe não basta: uma vez dentro da organização, o departamento de RH também tem a missão de oferecer todo o suporte para que esses colaboradores se sintam bem, produzam em alto nível e desenvolvam cada vez mais suas competências.

Existem várias formas de fazer isso, e uma das principais é garantir que todos os membros da equipe estejam em suas melhores condições de saúde, de maneira integral. Investir no bem-estar das pessoas faz com que se sintam bem dentro e fora da organização, se dedicando na busca de resultados, tanto pessoais como para o negócio. Implementar um programa de bem-estar pode ser a solução que você busca.

Para saber mais, fale com um de nossos especialistas em bem-estar.

Fale com um especialista em bem-estar_BR2.png

Referências


Compartilhe


Gympass Editorial Team

A Equipe Editorial do Gympass traz aos líderes de RH as informações necessárias para promover o bem-estar dos colaboradores. Em um cenário profissional em rápida evolução, nossas pesquisas, análises de tendências e guias práticos são ferramentas importantes para levar cada vez mais satisfação e saúde ao ambiente de trabalho.